al.abra

Buscando contribuir para redução da curva de contágio de novos casos da Covid em Maceió e também em Alagoas, líderes dos mais variados setores da economia apresentaram nesta quarta-feira uma proposta conjunta durante uma reunião na Associação Comercial. A proposta é contribuir para diminuição do fluxo de pessoas no transporte coletivo, bem como distribuir a presença de consumidores nas empresas. A Abrasel AL foi representada pelo seu vice-presidente, Brandão Junior.

A alternância dos horários evita possíveis aglomerações em horários de chegada e partida de funcionários e clientes, para isso também foi solicitado o aumento de frota no transporte coletivo e com passageiros apenas sentados. A proposta de redução teria um prazo até o dia 21 de março, com a possibilidade de reavaliação caso a curva permaneça acima da média. A proposta será entregue ao Governo do Estado e a Prefeitura de Maceió.

De acordo com o documento elaborado, os horários na capital seriam modificados. Os shoppings da capital passariam a funcionar das 11h às 21h. As lojas do Centro de Maceió funcionariam das 9h às 17h, e das 8h às 13h aos sábados. Lojas de rua e galerias ficariam abertas das 10h às 19h, de segunda a sábado. Já as feiras livres funcionariam das 5h às 11h da manhã.

Por fim, os bares e restaurantes fechariam à meia noite, assim como as barracas da orla. As praias seriam liberadas normalmente. Eventos sociais seriam permitidos só até a meia-noite também, com limitação de 150 pessoas em ambientes abertos. Toda a atividade econômica fecharia entre 0h e 5h da manhã.

Comentários