al.abra

Após uma semana do decreto que dividiu as regiões do estado entre vermelha e laranja, de acordo com um critério definido pelos agentes de saúde sobre riscos de contaminação, no mais recente pronunciamento do governador do estado, Renan Filho, realizado às 17h desta terça-feira ficou definido que todo o estado de Alagoas entra, a partir das 00h do dia 19, na fase vermelha, pelos próximos 14 dias.

As medidas sanitárias em vigor ainda dizem respeito ao decreto de número 73.518, publicado no dia 7 de março, porém, de acordo com o último ajuste, as mudanças referentes aos próximos 14 dias serão:

- Nenhum cidadão poderá circular após às 21h, salvo se em destino a uma atividade fundamental à sua família;

- Vedado acesso às praias, rios e lagoas, sábados e domingos. Calçadões e praias, apenas em atividades físicas, durante a semana, e sem aglomeração;

- Centro de todas as cidades: das 9h às 17h, não podendo funcionar aos sábados, domingos e às segundas-feiras;

- Shoppings: das 11h às 20h, não podendo funcionar sábados, domingos e terças-feiras;

- Lojas de Rua e Galerias: das 10h às 18h, não podendo funcionar sábados, domingos e segundas-feiras;

- Academias com 30% de ocupação, sob agendamento, vedada a utilização por pessoas com mais de 60 anos ou com comorbidades que possam ser agravadas pelo Covid-19,

- Igrejas e templos religiosos, 30% da capacidade máxima;

- Salões de beleza, sob agendamento;

- Transporte Intermunicipal, vedado integralmente durante o período (de 14 dias).

Permanecem as seguintes restrições:

- Suspensão de todos os eventos, pessoais e comerciais;

- Suspensão de boates, casas de shows e similares;

- Ônibus, funcionando com capacidade reduzida e frota aumentada;

- Marinas e Clubes Náuticos: fechados em fins de semana.

Na área vermelha, conforme dito pelo governador, bares e restaurantes estão fechados. Para as áreas anteriormente marcadas como laranja, os serviços permanecem com as atuais restrições até o próximo dia 19. Posteriormente a esse período, ficam permitidos apenas os serviços de delivery e pegue e leve

Comentários