al.abra

Estabelecimentos comerciais cujas vendas estão sendo afetadas pelos efeitos do COVID-19 poderão dividir as faturas de gás natural em até 10 vezes sem juros.

A crise causada pela pandemia do COVID-19 está afetando não só a saúde das pessoas, mas também tem impactado diversos setores da economia. Dentre estes, estabelecimentos ligados à área de alimentação e hotelaria de Alagoas já começam a sentir os efeitos negativos do novo Coronavírus em suas vendas.

Pensando em contribuir com os seus clientes comerciais que estiverem em dificuldade, a Algás lançou um pacote de benefícios para ajudar as empresas a passarem por este momento delicado. Os estabelecimentos comerciais que tiverem uma redução de consumo de gás natural acima de 20% em março, abril e maio poderão ser beneficiados e isentos de multa e juros, bem como poderão dividir o pagamento das faturas em até 10 vezes sem juros, com a primeira parcela apenas para junho.

Para o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti, essa é uma medida que reforça a missão e os valores da Algás em contribuir para o desenvolvimento sustentável de Alagoas. “Em momentos de dificuldades temos que estar juntos dos nossos clientes, buscando e implementando soluções para o seu desenvolvimento e perenidade empresarial”, destaca Arnóbio.

Tal ação da Algás está diretamente ligada às boas práticas de gestão e relacionamento com as partes interessadas do negócio, sendo tomada em observação ao mercado e em contato com representantes de classe, como a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Abrasel/AL.

O pacote é válido para os clientes comerciais adimplentes até fevereiro e já começa a valer a partir desta terça-feira (17). Os clientes que desejarem aderir ao pacote de benefícios devem entrar em contato com a Algás pelo número 117 (ligação gratuita e 24h).

Comentários