al.abra

O presidente da Abrasel em Alagoas, Brandão Junior, acompanhado da diretora executiva, Vega Vergetti, esteve com o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), Gilton Lima. As entidades se reuniram para definir um planejamento estratégico para reestruturar o setor de alimentação fora do lar, diretamente afetado durante a pandemia.

“Nós temos 400 associados. E, hoje, somos uma das maiores associações de Alagoas, respondendo por 51% dos empregos na cadeia do Turismo. Mas nosso setor está muito devastado. Vamos levar de cinco a dez anos para nos recuperar. No Brasil, 330 mil empresas já fecharam”, ressaltou o presidente da Abrasel. Diante desse cenário, o empresário destacou que fortalecer o segmento é desenvolver o potencial turístico de Alagoas, que tem sido, ao longo dos anos, fundamental para a economia do estado.

Ciente dos problemas causados pelas restrições impostas pela pandemia a bares e restaurantes, Lima salientou a relevância do setor e destacou a força das parcerias como agente do desenvolvimento. “A gente sabe que o segmento vem sofrendo muito e coloco a disposição a Fecomércio, o Sesc e o Senac para sentarmos juntos no intuito de encontrarmos a melhor forma de contribuir para a retomada do setor”, observou.

Durante a reunião, foi discutida a necessidade da formalização de uma agenda de políticas públicas para acompanhar de perto o que está em tramitação no legislativo que pode trazer algum impacto para o segmento, como também o estreitamento da relação entre o Sistema e a Abrasel. Uma das proposições é traduzir o setor em dados, por meio de levantamentos do Instituto Fecomércio, com o objetivo de dar respaldo aos pleitos da categoria.

Para Brandão Junior, dados mais assertivos sobre o segmento contribuiriam para evidenciar a força do setor e, por consequência, facilitariam as decisões no âmbito das políticas públicas, a exemplo da oferta de linhas de crédito. “As pesquisas e seus números precisam estar presentes no nosso dia a dia. São eles que nos guiam para uma gestão eficiente”, complementou Lima.

A reunião contou ainda com a presença do assessor econômico, da assessora parlamentar e do assessor técnico da Fecomércio AL, Victor Hortencio, Cláudia Pessôa e Eduardo Medeiros, respectivamente.

Fonte: Fercomércio

Comentários