al.abra

Em mais um contato direto com a Prefeitura da Cidade de Maceió a Abrasel nesta terça-feira (5) tratou de resolver mais uma solicitação do setor: o uso possível e consciente dos espaços públicos para os estabelecimentos da capital.

Entre os assuntos discutidos a partir da diretoria da Abrasel Alagoas, foram apresentados os números do setor de alimentação fora do lar em Alagoas e na capital Maceió.

Um dos principais tópicos levantados pelo presidente Thiago Falcão tratava sobre o uso consciente de espaços como estacionamentos e calçadas. Seguindo obrigatoriedades como distanciamento e respeito aos pedestres, a proposta trata essa ocupação de espaço público de forma inteligente.

Sobre a possibilidade do uso, o presidente ressaltou: “Essa ocupação tem um sentido muito importante com relação de segurança das ruas. Quando estão todos ocupando um espaço interno, as ruas ficam vazias, sem vida. Durante o período pandêmico, a proposta tem ainda o duplo sentido em relação ao distanciamento e a ideia de estar ao “ar livre”.

Por fim, outra discussão também levantada foi sobre a relação da atual ocupação da orla da cidade. Nesse sentido, o consenso entre o secretariado da segurança, do turismo e a Abrasel foi de que fiscalizações precisam acontecer, mas de maneira mais organizada. O intuito de todos é garantir a boa convivência e circulação de turistas, maceioenses e dos representantes dos estabelecimentos da praia da capital.

Comentários